Tríduo Pascal na comunidade São João Batista de Poços

Cristo ressuscitado cheio do Espírito Santo, ilumina a Igreja que está mergulhada numa profunda escuridão, rompe o Inferno e a Morte e vai para o Altar assim como foi para o Pai.

Por Redação RC News

22/04/2019

Quinta-feira Santa

A Quinta-feira Santa é o dia em que a Igreja celebra a instituição dos grandes sacramentos da ordem e da Eucaristia. Jesus é o grande e eterno Sacerdote, mas quis precisar de ministros sagrados, retirados do meio do povo, para levar ao mundo a salvação que Ele conquistou com a Sua Morte e Ressurreição.

Jesus desejou ardentemente celebrar aquela hora: “Tenho desejado ardentemente comer convosco esta Páscoa antes de sofrer” (Lc 22,15).

Na celebração da Páscoa, após instituir o sacramento da Eucaristia, ele disse aos discípulos: “Fazei isto em memória de Mim”. Com essas palavras, Ele instituiu o sacerdócio cristão: “Pegando o cálice, deu graças e disse: Tomai este cálice e distribuí-o entre vós. Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim.” (cf. Lc 22,17-19)

Na noite em que foi traído, mais Ele nos amou, pois bebeu o cálice da Paixão até a última e amarga gota. São João disse que “antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a sua hora de passar deste mundo ao Pai, como amasse os seus que estavam no mundo, até o extremo os amou.” (Jo 13,1)

Depois que Jesus passou por toda a terrível Paixão e Morte de Cruz, ninguém mais tem o direito de duvidar do amor de Deus por cada pessoa. (Trecho da Formação Canção Nova)

Sexta-feira Santa

De maneira singular a celebração da sexta-feira santa tem a sua particularidade destacada pelo recolhimento, reflexão e o silêncio, marcando assim a espiritualidade deste segundo dia santo. Nesta perspectiva a comunidade São João Batista de Poços juntamente com Frei Gilton, OFM reuniram-se às 15h para celebrar o segundo dia do tríduo pascal.

Evidencia-se neste dia que em nenhum lugar do mundo acontece a celebração Eucarística (missa) pois, é o momento de rememorar o dia em que Jesus Cristo desceu a mansão dos mortos para nos conceder a liberdade de filhos de Deus; por esta razão essa celebração tem um rito próprio dividida em três partes: A primeira é a Celebração da Palavra, constituída pelas leituras, evangelho, breve homília e concluída pela oração universal onde se reza pelas intenções especiais de toda a Igreja presente no mundo; a  segunda parte é a Adoração da Cruz em que é elevada a cruz, mostrando-nos pela redenção do madeiro da santa cruz de onde vem a nossa salvação. “O Vinde e adoremos” concede-nos indulgência plenárias quando honrando e respeitando  a cruz de Cristo a Igreja concede a cada fiel a graça de apagar de forma plena os resquícios das culpas de nossos pecados, todos devem prestar adoração e veneração a santa cruz. Na terceira parte concluindo esse momento com a comunhão onde aquele que preside a celebração faz a elevação do Corpo de Cristo o mesmo que foi transladado na Quinta-feira Santa e após comungar distribui para os fiéis, após a comunhão há o recolhimento das partículas e logo após, não há benção mais sim uma oração sobre o povo onde os fies se recolhem no mais profundo silêncio que marca simultaneamente a celebração desse dia.

De coração contrito e segundo o exercício devocional marcado pela tradição do povo, os fiéis puderam celebrar este dia e recolhendo-se a reflexão e ao silêncio aquecendo os coração para bem celebrar a vigília pascal que no sábado santo ressalta a vitória de Cristo sobre a morte, a libertação dos nossos pecados e a garantia de nossa vida eterna.

Sábado Santo

A Vigília Pascal é a celebração mais solene, mais sagrada, mais santa e mais importante do ano, não é em vão que é chamada de mãe de todas as vigílias. Ela antecede o dia da Páscoa. É o dia em que o Círio Pascal é aceso simbolizando o Cristo ressuscitado, já que nos evangelhos não descrevem a feição de Jesus após a ressurreição. Conheciam que era o Filho de Deus pelas chagas abertas, por isso o círio possui os cinco cravos. O Círio Pascal aceso representa o Cristo ressuscitado cheio do Espírito Santo que na noite do Sábado Santo, a Igreja mergulhada numa profunda escuridão, Cristo a ilumina e rompendo o Inferno e a Morte vai para o Altar assim como Ele foi para o Pai. (Dom Henrique Soares)

Nesse sábado dia 20, deu início na comunidade São João Batista de Poços às 17h a Vigília Pascal iniciando com a bênção do fogo novo. Enquanto acontecia a preparação do Círio o coral Vozes do Profeta apresentava um canto; foi dado início a incisão dos cravos no Círio pelo celebrante Frei Davi, OFM, com as palavras em cada haste: por suas Santas Chagas; suas Chagas Gloriosas; o Cristo Senhor nos proteja; e nos guarde. Amém.

O Círio foi aceso e os fiéis acenderam suas velas nele e todos saíram em procissão até a igreja dando procedimento a Santa Missa, em que tiveram a oportunidade de renovarem o batismo. Durante a Missa foi celebrado o batismo do jovem Jardel que se tornou membro da Igreja de Cristo.

Domingo de Páscoa

No Domingo de Páscoa, a celebração da Santa Missa iniciou às 10h30min sendo presidida pelo Frei José Davi, OFM. Esta é uma grande festa cristã para nós, é a maior e a mais importante festa. Reunimo-nos como povo de Deus para celebrarmos a Ressurreição de Jesus Cristo, Sua vitória sobre a morte e Sua passagem transformadora em nossa vida.

Nossos sites

SRC           |          RC News          |          RC Play

SRC           |          RC News          |          RC Play

Sobre nós

O Sistema RC Católica há 7 anos vem evangelizando através da internet com os recursos Web Rádio, Web TV, RC News e RC Play. Tem o objetivo principal levar a palavra de Deus e a doutrina católica a todas as pessoas “Tudo para a Glória de Deus”.

Nossos contatos

  • (74) 9 9913-3187
  • contato@rccatolica.com

Fale conosco

© news.rccatolica.com – 2012-2019

Todos os direitos reservados

Fechar Menu